Semana de moda: Nova York Inverno/2016

Para os fanáticos de moda, essa é a melhor época, neste ultimo mês de fevereiro, ocorreu a semana de moda em NY, a famosa new York fashion week, foi de quinta-feira (08/02) até quinta-feira (18/08). Você vai saber tudo que ocorreu e o que as marcas estão apostando para este inverno.

Yeezy

A pegada sportwear-streetwear continua, bastante malharia colada, sobreposições e intercalações entra o justo e o largo, jaquetas e moletons, furos propositais e detonadinhos. A novidade são as novas opções de cores, que antes era mais neutra. Lembrando que está marca, tem a participação do cantor Kanye West.

BCBG MAS Azria

Com uma pegada mais invernal, a dobradinha skate e surfe da Califórnia está de volta, mas as cores estão bem fechadas. Sobreposições e modelagem desafiadora e ampla.

Fenty X Puma

Releituras da jaqueta bombrer, tênis e botas estilo “lutador de boxe, a coleção ganha atitude e a personalidade da cantora Rihanna, que é a dona da coleção com parceira da marca puma.

Lacoste

Um jeito mais jovem e divertido, cheio de referencias esportivo, inspirado nos uniformes feitos pela marca nos anos 60 para o time olímpico francês. O diretor quis trazer a atmosfera do esqui futurista, para os homens a influencia streetwear e anos 70, para as mulheres, vestidos e casacos oversize com uma pegada vintage.

Coach

Uma estética jovial de pernas de fora com a combinação da botinha e casacão, também as jaquetas college, hockey com os toques country que continuam, desenhos com símbolos de time e estampas florais. O metalizado se equilibra com a feminilidade dos babados, as camisas tem um charme nas golas de pelo.

Thom Browne

Sempre se aprofundando nas técnicas de alfaiataria, agora trazendo uma assimetria, separando os looks e juntando-os no meio, brincando com a visão do look.

Tommy Hilfiger

Inspirado no náutico retro e mistura de peças masculinas com as peça femininas, as cores saem do clássico vermelho, branco e azul, indo para tons de roxo, creme e branco. Trás também as mocassins cintilantes com meias até as canelas, vestidos de vó, estampas inspiradas em tatuagens de marinheiros, paetês e casacos de comandante.

Jeremy Scott

Com peças jeans enfeitadas e camisas que lembram roupas típicas do velho este, com desenhos em cores vibrantes, padrões de vaas, tigres e onças, tudo bem colorido, peças brilhantes. Também chama a tenção as imagens da animação dos anos 90 “Ren & Syimpu”, que da um clima pop. A marca melissa também entra na parceria com Scott, usando botas de cores vibrantes e personagens.

Altuzarra

Inspirada na vampira que Tilda Swinton interpretou em “Amantes Eterns”, os casacos são pesados e as botas variam de canos altos e baixos, as cores são bem variadas e os vestidos e saias tem um cara tenentista e nômade.

Diana von furstenberg

Inspirada nos movimentos de dança, entra um ar mais boêmio. Botas de cano altos, brilhantes e blusas com lenços no pescoço, vestidos-camisolas e os envelopes, clássicos da marca, deixando a perna aparecendo um pouco, ou até tudo.

Jason Wu

As plumas sempre estiveram presentes em seus vestidos, agora também estão nas peças diurnas, como nas saias e vestidos de flanela. Os sapatos estão entre os comprimentos mini com midi.

Alexander Wang

Com os looks bem modernos para a igreja, misturas de tweed com couro, pele, metais, veludo e bordado combinando com minissaias e mini shorts, vestidos e terninhos. As cores principais são o branco e o preto.

Hervé Léger

Recortes, listras, xadrez, aplicações e franjas, os vestidos intercalam entre justo e evasê, manga comprida ou um ombro só. Casacões combinando com botas styling.

Narciso Rodriguez

Traz plissados, linhas retas  e tecidos com muito movimento, traz também a alcinha, que é uma grande aposta das tendências, junto com os tricôs e casacos longos aconchegantes.

Michael Kors

“Um experimento”, ele faz grandes misturas, como freja beha e camisas com laços. A cores são mas as puxadas para os tons de azul, com muito pelo, georgette de seda, jeand, paetê, além de franjas e florais.

Calvin Klein

Alfaiatarias e terninhos com decote V, casacos oversized, vestidos de alcinhas, tudo preto, passando por cinza, marrom e branco. Couro e seda são os principais tecidos, além do pelo nas golas, punhos e ombros. Brinca com o tema entre o urbano e o selvagem, com as estampas de animas e a variação do xadrez.

Ralph Lauren

Com referencias britânicas, como os tecidos cashmeres, tricôs e tartans, trazendo a alfaiataria masculina voltar, com casacos com abotoamento duplo e até as gravatas. Vestidos com frajas e metalizados fazem a cara dos look noturnos.

Marc Jobs

O gótico, art deco, grunge e o oversize, e com os elementos dos anos 70, como as botas plataformas e cadarços, estampas de gatos e ratos, o poá e as plumas da banda Kiss.

Delpozo

Inspirado na obra “Metrópelis”, as cores são vibrante, com destaque no amarelão, vermelho e azul. Muita sobreposição, com as camisas como protagonistas, minissaias e os vestidos longos. O destaque especial vai para as luvas longuíssimas de varias cores cheias de aplicações.

Tory Burch

Inspirado no filme “amor à tarde”, tem cores vibrantes que lembra patchwork, com randes formas geométricas e listras nas cores vermelho, azul, a amarelo e verde, e muitas estampas que adicionam o preto e o rosa. Os tecidos são mais leves e fluidos. Os lenços são destaque, as golas são altas, bem pegada anos 70.

Proenza Schouler

Chama a atenção para os vestidos com top e saia unidos, malharia que se ajusta com o corpo e cordões que passam por ilhoses, também tem patchwork de peles  e as sobreposições, brincando de mostra e esconde.

Rodarte

Inspirado na universidade de Berkeley, cheia de babados, recortes diagonais e transparências, vários tecidos diferentes, e aplicações de pelos, flores e assimetria.

Oscar de la Renta

Mostrando o acontecimento do encontro entre a moda despojada americana e a opulência da alta-costura francesa, combinando tricôs leves com peças volumosas e estampada, trazendo o luxo do palácio clássico para o século 21.

240216-lagrimas-de-glitter-05-590x585

Um destaque que bombom no desfile foi as lagrimas de glitter, que em 2015 já estava fazendo muito sucesso nos cabelos, agora chegou aos olhos. A marca Marc Jacobs, mostrou uma beleza dark a juntar o glitter, a marca Burberry também apostou no gliiter, mas de forma mais suave.

Beijinhos e brigadeiros ❤

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s